Good life and hard times

Image

Giardino delle Rose

DSC_4188

 

 

Não se pode dizer que o jardim tivesse muitas rosas. Tavez não seja ainda o tempo delas. Mas o jardim tinha com certeza uma forte vibração, alegre, como se fosse o primeiro dia de sol depois do dilúvio e todos os jovens casais tivessem vindo para ali para celebrar o regresso do sol. Talvez fosse o primeiro dia de sol, não me recordo. A cidade, Florença, estava como sempre cheia de turistas. Acho que me fascinam os turistas americanos porque vêm de longe, porque têm uma cultura parecida com a europeia mas ainda assim diferente, porque mostram uma mistura de sentimento de inferioridade em relação à cultura europeia, e superioridade pela potência económica que são.

Nesse dia almocei ao lado de dois rapazes americanos numa esplanada. Eles tentavam fazer-se explicar à empregada e eu tentei ajudar mas o problema era em parte o serviço pouco eficiente. Eles mostravam um ao outro fotografias ou outras coisas nos seus telefones, faziam comentários ‘cliché’ sobre o tamanho dos carros, todos da marca FIAT, mas a conversa entre eles parecia menos superficial. Falavam dos seus amigos, ou de conhecidos, nunca consegui perceber o assunto. O dia estava quente e o contraste do verde das árvores com o azul do céu fazia pensar em férias de Verão.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s